3
1

Banco de Moçambique tira 60 milhões das reservas para injectar dólares na economia

O Banco Central de Moçambique vai usar 60 milhões de USD das reservas internacionais, num total de 4 mil milhões, para injectar liquidez em moeda externa na economia, confirma o regulador monetário.

1
2
Fotografia
:
DR

De acordo com a Lusa, a anúncio foi feita neste terça-feira pelo regulador monetário, sendo que a iniciativa de injectar na economia 60 milhões de dólares, cerca de 34,5 milhões de euros, nas próximas duas semanas, surge na sequência da depreciação do metical em 3,8%, sendo agora necessários 57,6 meticais para comprar um dólar.

A depreciação da moeda moçambicana surge depois de uma significativa valorização do metical nas últimas semanas, em que chegou a ser a moeda que mais subiu de valor a nível mundial.

"Há um mês, o metical era a moeda com melhor desempenho, com um mercado interno inundado de dólares, mas agora os importadores estão a debater-se para conseguir aceder a moeda estrangeira", escreveu a Bloomberg.

De acordo com o economista-chefe do Banco Standard em Moçambique, Fáusio Mussa, "os exportadores reduziram as conversões em moeda estrangeira no seguimento da forte apreciação do metical, prevendo que a melhoria não seria sustentável".

Por seu turno, "os importadores, que atrasaram pagamentos para beneficiar do fortalecimento da moeda local, voltaram ao mercado, antecipando igualmente uma reversão", explicou o economista, concluindo que "a combinação” dos “dois fatores causou uma falta de dólares no mercado, e a conseguinte correção da moeda".

A falta de dólares significa que a moeda vai provavelmente continuar a depreciar-se, apesar de as vendas do banco de Moçambique ajudarem a controlar a queda, argumentou o economista do banco, cujo departamento de estudos económicos prevê que o metical chegue ao final do ano a valer 65,4 por dólar, o que implica uma desvalorização adicional de 13,6%.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado