3
1

Covid-19 implacável durante o mês de Junho

Angola registou nove das 13 mortes provocadas pela pandemia da Covid-19, só no mês de Junho, uma média de dois óbitos por semana, noticiou, recentemente, a Angop referenciando dados oficiais.

1
2
Fotografia
:
DR

Entre os pacientes que faleceram pela infecção da Covid-19 durante o mês de Junho, constam pacientes com idades compreendidas entre os 25 aos mais de 60 anos de idades, segundo a agência de notícias.

Nos três meses anteriores ao primeiro mês da época de cacimbo, acrescenta, período considerado favorável para disseminação da doença, o país contabilizava apenas quatro mortes pela Covid-19.

Segundo Angop, na terça-feira, 30, último dia do mês de Junho, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, anunciou a morte de duas pessoas, de 48 e 38 anos de idade, nas últimas 24 horas, a contar das 19h de segunda-feira.

Um desses pacientes, continua a agência, faz parte do grupo dos seis que estão em estado crítico e sob assistência nos centros de tratamento da doença, segundo ilustra o boletim informativo sanitário da Covid-19.

De acordo com Angop, o primeiro mês da época de cacimbo, como era previsível, registou uma subida vertiginosa de casos de infecção pela Covid-19, num total de 182 ocorrências no país.

Assim sendo, ao contrário dos meses de Abril e Maio, em que foram registados 19 e 51 infecções da Covid-19, respectivamente, o mês de Junho bateu todos os recordes desde Março (16 casos), início da pandemia de em Angola.

Foi logo na primeira semana, segundo a Angop, que o mês de Junho se revelou propicio ao risco de contágio pela infecção do novo Coronavírus, com registos de cinco casos nos primeiros sete dias, seguindo-se 52 (segunda semana), 43 (terceira) e 82 (quarta e última).

Enquanto isto, igualmente em Junho, há mais de 200 quilômetros de Luanda, a província de Kwanza Norte, entrava nas estatísticas com três casos de transmissão local e um óbito. Todos, de acordo com a Angop, vinculados à antiga cerca sanitária do bairro Hoji-Ya-Henda, município do Cazenga, Luanda.

Contudo, o mês de Junho termina com 284 casos confirmados, dos quais 178 activos, 93 recuperados e 13 óbitos, em Angola. Cinco dessas vítimas requerem cuidados especiais.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado