3
1

Dólar caminha para nova alta de 20 anos

Domingos Amaro
1
2
Foto:
DR

Espera-se que o dólar dos Estados Unidos seja negociado a 108,07 até o final deste trimestre, de acordo com os modelos macro globais da Trading Economics e as expectativas dos analistas. 

O índice do Dólar norte-americano subiu, hoje, (11), 0,6% para cerca de 107,6, contra os 106,9 anterior, marchando para uma nova alta de 20 anos (120,5 em 2022), à medida que preocupações persistentes com o crescimento económico global e uma política monetária cada vez mais restritiva dos EUA continuaram a elevar a moeda porto-seguro.

Segundo os analistas da Trading Economics, a inflação global elevada, a crise energética da Europa e as incertezas relacionadas à Covid-19 na China, são alguns dos factores que estão a impulsionar os fluxos de dólares. 

Além disso, os dados divulgados na sexta-feira mostraram que, em Junho, houve contratações robustas nos EUA, o que fez reforçar a postura agressiva do Federal Reserve contra a inflação. O presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, um dos formuladores de políticas mais moderadas do banco central, afirmou, recentemente, que apoia “totalmente” outro aumento de 75 pontos base na taxa este mês (Julho). 

Espera-se que o dólar dos Estados Unidos seja negociado a 108,07 até o final deste trimestre, de acordo com os modelos macro globais da Trading Economics e as expectativas dos analistas. Olhando-se para mais à frente, estima-se que seja negociado a 111,31 em 12 meses.

O Dólar dos Estados Unidos atingiu um máximo histórico de 164,72 em Fevereiro de 1985.

DXY (US Dollar Index ) é um índice norte-americano que analisa a força do Dólar entre comparação com o desempenho de outras moedas no mercado. O conteúdo foi criado em 1973 e passou por uma alteração ocorrida em 1999. O ajuste se fez necessário graças à criação da zona Euro.