3
1

Duas décadas de celebração do jazz e de incentivo ao turismo

Em Março, cerca de 37 mil amantes de Jazz reuniram-se no Centro Internacional de Convenções da Cidade do Cabo, para celebrar o 20º aniversário do Festival Internacional de Jazz da Cidade do Cabo.

1
2
Fotografia
:
DR

O festival reúne, anualmente, grandes nomes da música sul-africana
 e mundial. Desta vez, o angolano Ndaka Yo Wiñi juntou-se à festa que atrai milhares de turistas à África do Sul.

Há 20 anos, quando arrancava a primeira edição do Festival Internacional de Jazz da Cidade do Cabo (CTIJF, da sigla em inglês), os seus promotores não acreditavam que, até nos seus sonhos mais ambiciosos,pudessem completar dez anos de existência. A razão, segundo Billy Domingo,director do festival, não tinha que ver com a falta de fé ou crença nas capacidades das pessoas, mas dizia sim respeito à inconstância na indústria da música. Mas a verdade é que, em20 anos, foi-se muito além dos sonhos. Em 2018, o festival contribuiu com mais de 4,2 milhões de dólares para a economia da Cidade do Cabo e, desde 2007, rendeu mais de 212 milhões de dólares para a economia do Cabo Ocidental e criou mais de 34 mil empregos directos e indirectos.

Para o Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, o CTIJF representa “um outro nível de orgulho” para a agenda do país no que diz respeito à transformação e integração na comunidade internacional ao longo dos seus 25 anos de liberdade e independência.

Leia mais na edição de Maio de 2019

Economia & Mercado – Quem lê, sabe mais!

7