3
1

É hora de mudar
 o paradigma na gestão de projectos

Em finais de Outubro passado, realizou-se, em Luanda, a 3ª Conferência Anual Sobre Gestão de Projectos, que reuniu especialistas de várias áreas.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

Ao mesmo tempo que defendem que é hora de mudar o paradigma da gestão de projectos no país, os especialistas reconhecem que a utilização das melhores práticas
de gestão não é, por si só, uma condição para o sucesso dos mesmos.

O presidente do PMI Angola Chapter, empresa de gestão de organização sem de paradigma na gestão e organização sem fins lucrativos, Alcides Cabral, entende que para se atingir o sucesso na gestão de projecto é necessário uma mudança de paradigma na gestão e organização das instituições. Segundo o responsável, a mudança de paradigma tem também que ver com a necessidade de substituir o conceito de “governar para” pelo de “governar com”, ou seja, investir numa gestão participativa.

“É preciso, cada vez mais, envolver as comunidades – as partes interessadas – no sentido de participarem na tomada de decisão. Este é o grande dilema que tem que ver com a forma como governamos, como orientamos e gerimos as organizações”, afirmou Alcides Cabral, tendo salientado que outro factor de mudança de paradigma para o contexto angolano está relacionado com a forma as instituições do país estão organizadas.  

Ou seja, esclareceu o presidente do PMI Angola Chapter, “é preciso passar de organizações muito verticais para organizações mais horizontais, onde haja uma comunicação fluída, em que as peças se movem de forma mais fácil, com menos burocracia e mais aproximação”, para que os resultados sejam mais próximos do planeado.

Em Angola, segundo também engenheiro de telecomunicações, é crescente o número de empresas que reconhecem a importância da figura do gestor de projectos.

No entanto, sublinha o especialista, poucas reconhecem o “valor que a aplicação de metodologias de gestão de projectos pode trazer para as mesmas.” Segundo o entrevistado da Economia & Mercado, que também interveio na 3ª Conferência Anual Sobre Gestão de Projectos, onde dissertou sobre a “Maturidade na Gestão de Projectos em Angola”, a aplicação das melhores práticas de gestão de projectos não garante 100% do sucesso destes, mas ajuda a diminuir a probabilidade de insucesso.  

Leia mais na edição de Janeiro de 2020

Economia & Mercado – Quem lê, sabe mais!

7