3
1

É urgente acelerar a produção interna

Os participantes na Conferência da E&M sobre “Segurança Alimentar e Gestão
de Recursos Naturais no Contexto da Covid-19” concordaram que é necessário acelerar a produção nacional.

1
2
José Zangui
José Zangui

Angola ainda está a cinco anos de atingir a auto-sustentabilidade de produtos agrícolas, segundo estimativas do Ministério da Agricultura e Pescas, numa altura em que muitas pessoas estão com sérias dificuldades no acesso a alimentos nutritivos e saudáveis devido à pobreza, sobretudo no sul do país, região assolada frequentemente pela seca.

Com uma população a crescer ao ritmo de 3,3% ao ano, e com previsões de atingir os 50 milhões de habitantes em 2030, segundo cálculos de diferentes organizações nacionais e internacionais, a produção de alimentos para atender a procura caminha lentamente, segundo especialistas que estiveram presentes na conferência da E&M.

O facto foi admitido pela directora do Gabinete de Segurança Alimentar do Ministério da Agricultura e Pescas, Ermelinda Caliengue.

Em Angola, de acordo com dados de avaliação da vulnerabilidade da região da África Austral, 1,3% da população é vulnerável, sendo que grande parte se encontra na região sul onde se registam secas.

A edição de SETEMBRO da ECONOMIA & MERCADO já está disponível, em https://www.appeconomiaemercado.com/backoffice/cliente/login.php e na App Google Play.
E já sabe que tem a opção de assinar a revista por 3, 6 ou 12 meses, a preços muito competitivos e que nos possibilitam a fazer mais e a fazer melhor

Economia & Mercado – Quem lê, sabe mais!

English version

It is urgent to accelerate internal production

Participants at the E&M Conference on “Food Security and Natural Resource Management in the Context of Covid-19” agreed that it is necessary to accelerate national production.

Angola is still five years away from achieving self-sustainability in agricultural production, estimates Ministry of Agriculture and Fisheries at a time when many people are experiencing serious difficulties in accessing nutritious and healthy food due to poverty.

With a population growing at a rate of 3.3% per year, and with forecasts of reaching 50 million inhabitants by 2030, as estimated by several national and international organizations, according to experts who attended the E&M conference, the production of food to meet the demand is growing slowly. This fact was admitted by Ministry of Agriculture and Fisheries’ Department of Food Security director, Ermelinda Caliengue.

According to data assessing vulnerability in the Southern African region, 1.3% of the Angolan population is vulnerable, especially in the south of the country, a region often ravaged by drought.

The SEPTEMBER issue of Economia & Mercado Magazine is already available at https://www.appeconomiaemercado.com/backoffice/cliente/login.phpand in the Google Play App. We offer magazine subscription packages for periods of 3, 6 or 12 months at very competitive prices, encouraging us, as always, to do more and do it better.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado