3
1

Empresário Sindika Dokolo morre aos 48 anos

Morreu esta quinta-feira, no Dubai, por afogamento, o empresário e coleccionador de artes, marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo.

1
2
José Zangui
Fotografia
:
DR
José Zangui

A informação foi avançada em “primeira mão” por vários órgãos de comunicação da República Democrática do Congo, país onde nasceu, em 1972 e retomada por meios de diferentes países.

Sindika Dokolo era filho de um antigo banqueiro congolês e casado, desde 2002, com a filha do ex-presidente da República, José Eduardo dos Santos, Isabel dos Santos.

Tão logo surgiram as primeiras informações sobre a morte do empresário, as reacções não se fizeram esperar. Michée Mulumba, assistente pessoal do Presidente congolês, Félix Tshisekedi, foi das primeiras entidades a apresentar condolências à família do malogrado.

“Foi durante um mergulho que partiu para a eternidade, uma actividade habitual, que o afastou da sua luta e dos seus ente queridos”, escreveu no Twitter.

Sindika Dokolo frequentou o liceu Saint Louis de Gonzague, em Paris, e prosseguiu os estudos na Universidade Paris Vi Pierre et Marie Curie.

Inspirado pelo pai, amante de arte, começou a sua colecção de arte quando tinha 15 anos e criou, mais tarde, a Fundação Sindika Dokolo para promover a arte e eventos culturais em diversos países.

Sindika Dokola e esposa, Isabel dos Santos, têm os negócios investigados pela Justiça angolana, na sequência das revelações do Consórcio Internacional de Jornalistas, conhecidas como “Luanda Leaks”. São acusados de lesar o Estado angolano em milhões de dólares e viram arrestados os bens e participações sociais em empresas, por determinação do Tribunal Provincial de Luanda.

A RELAÇÃO COM DOS SANTOS

Não era habitual Sindika Dokolo falar sobre José Eduardo dos Santos. Sabe-se que o antigo Presidente angolano apreciava a discrição e, talvez por isso, o marido de Isabel dos Santos falava pouco do sogro.

Quando abriu uma excepção, em entrevista a Lusa, revelou mais do que admiração: “Conheci a minha mulher na altura em que o meu pai morreu. Essa perda foi uma ferida muito profunda para mim. Na sequência disso, o meu sogro tornou-se o meu pai espiritual. O meu pai de substituição.”

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado