1

Entreposto de Madeira garante 800 novos empregos

O director adjunto do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) anunciou, esta semana, que o Entreposto de Fiscalização e Comercialização de Madeira criou 800 novos postos de trabalho directos.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
JA
Cláudio Gomes

Mateus Simão André fez tais declarações após o secretário de Estado da Agricultura para as Florestas, André Moda ter confirmado a conclusão das obras das referidas instalações.

Localizasa em Kassoneca, município de Icolo e Bengo, as instalações asseguram a criação dos já mencionados 800 novos postos de trabalho através da junção de vários sectores que intervêm na tramitação do processo de exportação de madeira.

Para a sua inauguração, avançou o dirigente, falta apenas a vedação do espaço com muro de betão, definição das áreas que serão das competências dos ministérios que vão funcionar no local, bem como as instalações para a Polícia Fiscal e Bombeiros e outras estruturas.

Mateus Simão disse, ainda, que os surgimento do Entreposto de Fiscalização e Comercialização de Madeira, vai permitir que os exportadores tenham “o trabalho facilitado”, acrescentando que a nova infra-estrutura permite fazer “toda a tramitação documental no mesmo local”, ao contrário do período anterior.

Por outro lado, administradora da Administração Geral Tributária (AGT), Conceição Matos, disse que com o surgimento do Entreposto de Fiscalização e Comercialização de Madeira a execução de operações de forma dispersa pelo país chegaram ao fim.

7