3
1

Inflação cai para 18,16% em Setembro de 2022

Redacção_E&M
1
2
Foto:
DR

A economia angolana registou uma inflação homóloga de 18,16% durante o mês de Setembro, apontando uma desaceleração de 1,62 pontos percentuais em relação ao mês de Agosto.

De acordo com o Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN), publicado ontem, quinta-feira, 12, comparativamente à variação homóloga anual, verificou-se um decréscimo de 8,41 pontos percentuais.

O documento publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) refere que a desaceleração está na base da diminuição da contribuição nos preços das classes de bebidas alcoólicas e tabaco, transportes, comunicação, lazer, recreação e cultura e hotéis, cafés e restaurantes, que tiveram contribuições inferiores a 0,05 pontos percentuais.

Já a classe de alimentação e bebidas não alcoólicas, por sua vez, foi a que mais contribuiu para o aumento do nível geral de preços com 0,35 pontos percentuais durante o mês de Setembro, destacando-se também as de bens e serviços diversos, bem como a educação com 0,08 pontos percentuais cada. A classe de vestuário e calçado registou também um aumento de 0,06 pontos percentuais, saúde e mobiliário, equipamento doméstico e manutenção com 0,05 pontos percentuais cada.

Em termos individuais, Luanda registou uma variação de 0,78% de Agosto a Setembro de 2022. Comparando as variações mensais de Agosto a Setembro de 2022, aponta-se uma aceleração de 0,08 pontos percentuais. Em termos homólogos, de Setembro 2021 a Setembro 2022, registou-se uma vagarosidade na taxa de variação actual em 1,56 pontos percentuais.

O documento faz referência, igualmente, ainda em relação à Luanda, a classe educação foi a que registou o maior aumento de preços com 5,91%. Destacam-se, também, os aumentos dos preços verificados nas classes vestuário e calçado com 2,18%, saúde com 1,75% e bebidas alcoólicas e tabaco com 1,72%.

Moxico e Bié são as províncias que registaram uma menor variação nos preços com 0,62% e 0,68% respectivamente, sendo que, Zaire, Cuanza Sul e Cuanza Norte registaram maior variação nos preços com 1,02, 0,97 e 0,92.