3
1

Itália desposta a apoiar reformas políticas e económicas em Angola

Sergio Mattarella, Presidente da Itália, reiterou, em Luanda, a intensão do seu país em apoiar as reformas políticas em curso e os desafios do quadrante económico.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

Tal intenção foi assegurada, esta semana, enquanto discursava na reunião plenária solene da Assembleia Nacional, realizada  por ocasião da sua visita oficial. Na sequência, de acordo com o Jornal de Angola (JA), o Chefe de Estado italiano disse que Angola pode contar, "a qualquer momento", com a amizade leal e apoio, das instituições, e do seu povo daItália no seu processo de crescimento.

Considerou Luanda, " ponto estratégico das ligações entre a Europa, África e Ásia e força motriz para a estabilidade na região e crescimento dos países vizinhos". O estadista, lembrou que Angola joga um papel importante para o fortalecimento da estabilidade e segurança na África Austral e na região dos Grandes Lagos. 

Para Sergio Mattarella o processo de intensificação das relações com o continente africano, o seu país e a União Europeia contam com a interlocução de países como Angola que "realizaram um caminho desafiador de reconciliação e paz, de crescimento e avanços económicos".

Recordou que a cooperação entre Angola e Itália não se cinge apenas aos domínios económicos e das energias. Segundo o dirigente, os amplos e férteis territórios, o oceano, as maravilhas naturais e monumentos históricos, permitem projectar uma cooperação em sectores como a agro-indústria, energias renováveis e turismo.

"Os finos mármores da Huíla, a construção e gestão dos caminhos-de-ferro, a protecção das costas angolanas, as telecomunicações e a sustentabilidade ambiental, são realidades de trabalho já consolidadas e que devemos robustecer", realçou o Presidente Sergio Mattarella.

7