3
1

Ordem dos contabilistas regista 50 casos de suborno em cinco anos

As infracções estão relacionadas com a assinatura de relatórios de contas em que alguns profissionais de contabilidade não trabalharam, conforme revelou recentemente o presidente cessante da OCPCA.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

Fernando Hermes disse, durante a cerimónia assembleia de eleição e renovação de mandados do Conselho Directivo da Ordem dos Contabilistas e dos Peritos Contabilistas de Angola (OCPCA), que o comportamento de alguns profissionais de contabilidade terá “ajudado na sonegação fiscal de determinadas empresas”.

Contudo, sublinhou, não existem muitos casos no País, cujos crimes decorrem de manipulação de informação financeira como tal, mas sim relatos de membros que trabalham noutras jurisdições com um ou outro caso jurídico.

Segundo o presidente cessante do OCPCA, que liderou o órgão de 2014 a 2021, em primeira instância, os infractores são chamados atenção e submetidos a uma formação sobre a ética e deontologia profissional, e em casos de reincidência ou erro grave, o associado perde a carteira profissional.

Criada desde 11 de Outubro de 2010, a OCPCA tem como objectivos promover o respeito dos princípios éticos e deontológicos e defender os interesses dos seus membros; contribuir para a formação profissional e o aperfeiçoamento dos seus associados através de cursos, colóquios, conferências, seminários e refrescamentos.

Consta também das suas acções, a promoção do acesso à profissão de contabilidade; a definição de normas e esquemas técnicos de actuação; a organização e mantenção do cadastro dos seus membros; e a certificação dos membros que se encontram no pleno exercício das suas funções.

Estabelecer o regime de estágios e exames para os candidatos a contabilistas e peritos; Propor às entidades competentes medidas relativas à defesa da classe profissional e seus interesses; e Exercer jurisdição disciplinar sobre os seus membros são outros desideratos da referida Ordem.

OCPCA tem novo presidente

O novo presidente do Conselho Directivo da Ordem dos Contabilistas e dos Peritos Contabilistas de Angola (OCPCA) chama-se Manuel Ribeiro Sebastião eleito, por unanimidade, para os próximos três anos – 2021/2024.

O novo homem forte da OCPCA, substitui, no cargo equivalente a bastonário, Fernando Hermes é PhD e foi eleito na última sexta-feira, 26 de Março de 2021, com 166 votos a favor e dois em branco, de um total de 168 membros que exerceram o direito presencialmente ou por procuração nas Assembléias de Luanda, Lobito, Lubango e Cabinda.

De acordo com a Angop, não foram registados, durante a votação, votos contra, o que sufragou a lista A, com 50 integrantes, e determinaram que os órgãos sociais sejam liderados, por outro lado,  por Tomás Faria, como presidente da Mesa da Assembleia Geral; e Patrocínia Guerreiro, com a mesma função no Conselho Fiscal.

Já Diassonama Filó foi é a presidente do Conselho de Inscrição; Joel Torres (presidente do Conselho Disciplinar); Jorge Catulo (do Conselho de Auditoria); e Capela Tepa (do Conselho Técnico de Contabilidade), os quais deverão tomar posse no dia 8 de Abril, de acordo com uma nota da referida associação a que a ANGOP teve acesso hoje.

A Ordem tem 5.012 membros, mas de acordo com o presidente da Comissão eleitoral da OCPCA, o advogado Manuel Vicente Inglês Pinto, apenas 1.836 reuniam os requisitos para votar, nomeadamente aqueles com quotas pagas até no limite nos últimos seis meses.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado