3
1

Sonair cessa voos com Boeing 737-700

A companhia aérea Sonair cessou no dia 30 de Novembro os voos comerciais domésticos com os aviões Boeing 737-700, que ligavam as províncias de Luanda, Cabinda, Catumbela (Benguela) e Lubango (Huíla).

1
2
Redacção_E&M
Fotografia
:
DR
Redacção_E&M

A informação foi avançada por uma fonte da empresa que foi recentemente citada pela ANGOP. De acordo com a mesma fonte, ao contrário da decisão inicial de cessação das três frotas de aviões (Beechcraft, Boeing e de Havilland Canada DHC-6 Twin Otter, em desuso), vão-se manter os aparelhos Beechcraft, devido aos compromissos assumidos com a “Operação Transparência” e com as petrolíferas.

Do mesmo modo, avançou, estes mesmos aviões deverão continuar a assegurar as viagens para Cabinda, com seis ligações, até novas decisões políticas, visto que a TAAG – Linhas Aéreas de Angola – não tem capacidade para responder à procura para este destino.

Acrescentou, sem avançar horizonte temporal, que a manutenção das operações se deve também ao facto de, até ao momento, o processo para o encerramento da Sonair não estar concluído, e essencialmente da necessidade de se honrar os contratos com as petrolíferas.

“Além da precipitação na medida inicial de se pôr fim aos voos, outra imprecisão deste dossier Sonangol/Sonair está ligado à frota de helicópteros, no apoio ao transporte do pessoal técnico e logístico às companhias petrolíferas que operam no país”, referiu.

A Sonair, na sua componente de asa fixa, tem operacionais dois Boeing e quatro Beechraft 1900D, além de uma sétima aeronave em reserva, mas estava aoperar com apenas dois aparelhos, que deviam realizar, sábado passado, os últimos voos.

7