3
1

Super Malte exportada para dois mercados africanos

Produzida à base de mel, cereais e cálcio, a Super Malte começou a ser exportada para os mercados da Namíbia e de São Tomé e Príncipe, anunciou esta semana, em Luanda, a Refriango.

1
2
Cláudio Gomes
Fotografia
:
DR
Cláudio Gomes

Oito meses após o seu lançamento, a Refriango já vendeu mais de 1,5 milhões de unidades de Super Malte, o que a empresa considera como "um resultado muito bom”, sendo que pressupõe  boa apreciação da parte dos consumidores.

Segundo o gestor da marca, João Boavida, depois da boa aceitação no mercado nacional, o desafio foi explorar os mercados da Namíbia e de São Tomé e Príncipe, onde a Super Malte teve aceitação nos  tendo em conta o seu valor nutricional, razão pela qual a empresa pretende explorar novos mercados.

O responsável disse ainda que a marca foi apresentada numa feira no Egipto, onde foi possível aferir o grau de interesse pela bebida que foi desenvolvida durante dois anos, com vários níveis de testes de qualidade. João Boavida revelou o interesse da Refriango em explorar outros mercados de África e da América Latina pelo facto de o malte fazer parte da dieta alimentar dos cidadãos nessas regiões.

Por sua vez, a nutricionista Nelma Manuel salientou os benefícios da Super Malte, que contém componentes nutricionais como proteínas, vitaminas.

7