3
1

Vinho Bastardo, envolvente e fácil de beber

Num evento reservado ao grupo de profissionais da revista Economia & Mercado, em Angola, o jornalista e director da publicação, Sebastião Vemba, deu a conhecer os vinhos Bastardo (tinto e branco).

1
2
António Nogueira
Fotografia
:
Carlos Aguiar
António Nogueira

Da forma mais informal e divertida possível, o evento decorreu, na quinta-feira, 10, nas próprias instalações da revista. Para os apreciadores e para aqueles cuja curiosidade é aguçada pela irreverência da marca, foram apresentadas também, pelo próprio director da E&M, as características de cada um dos Bastardos.

O Bastardo branco, segundo as características técnicas apresentadas, é um vinho intenso e fruta do no nariz, realçando o perfil dos citrinos frescos. Na boca, é um vinho muito equilibrado, fresco, com boa acidez e presença, ideal para acompanhar entradas e pratos de peixe ou mesmo carnes brancas grelhadas. É um vinho da região Tejo, com castas 65% Fernão Pires e 35% Malvásia Fina.

Já o Bastardo tinto é qualificado como um “vinho sério”. No nariz, sente-se um vinho intenso e frutado, com notas a fruta vermelha madura. Na boca, tem presença e é redondo. Deve acompanhar pratos de carne (branca ou vermelha), beneficiando de pratos que acompanhem a sua estrutura. Vem da região Tejo de Portugal e conta com 40% de Touriga Nacional, 30% Syrah e 30% Aragonez nas suas castas.

O portfólio Bastardo, que para além do vinho tinto e branco, integra também o rosé, uma premium edition e o um espumante, é composto por “vinhos criativos, autênticos, divertidos, fáceis de beber, envolventes e de elevada qualidade”.

Presente em vários continentes, a marca já foi premiada nos principais concursos mundiais do sector e é desenvolvido pela empresa portuguesa, Wine With Spirit, empresa portuguesa. A distribuição do vinho Bastardo em Angola é garantida pela Angonabeiro.

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado