Edição #
162
March
de
2018

Fora dos trilhos da integração e do ajustamento social

Chama-se “Plano Estratégico Nacional de Acessibilidades, Mobilidade e Transportes” (TENAMT), está concluído desde 2012 e o pouco que se sabe dele foi divulgado naquele ano. Terá cinco redes modais, entre as quais duas ferroviárias e uma nacional de logística. Mas esse é apenas um futuro sonhado para os transportes no país, e em particular em Luanda, onde, segundo especialistas, as infra-estruturas de transportes continuam integradas umas nas outras e sem um devido ajustamento às características sociais e demográficas da cidade.

1