3
1

Promessa é dívida...

Na campanha eleitoral de Agosto de 2017, o Presidente da República, João Lourenço, prometeu, entre várias acções, combater a corrupção, reformar o Estado e promover a boa governação.

1
2
Fotografia
:
Carlos Aguiar

Passados dois anos, pode-se apontar relativos avanços no domínio do combate à corrupção, apesar das dúvidas que persistem à volta desse processo, nomeadamente sobre a existência de afilhados e enteados ou ainda o receio de ter-se adoptada a lógica de dois pesos e duas medidas.

Entretanto, ao nível da reforma e da redução do aparelho de Estado, continua-se a aguardar por melhorias. Segundo um artigo publicado no jornal “Expansão”, “há menos ministérios, mas há mais ministros ou equiparados no Governo de João Lourenço, em comparação com o Executivo de José Eduardo dos Santos”, sendo que o número de governantes continua acima da centena, o que contraria a promessa de João Lourenço de que a estrutura do Executivo seria reduzida, “de modo a garantir a sua funcionalidade, sem dispersão de meios e evitando o esbanjamento e o desperdício de recursos, que são mais escassos”.

Leia mais na edição de Agosto de 2019

Economia & Mercado – Quem lê, sabe mais!

7