3
1

Recreativo Kilamba revalida título do Carnaval de Luanda

O grupo carnavalesco União Recreativo Kilamba sagrou-se, pelo segundo ano consecutivo, vencedor da edição de 2019 do Carnaval provincial de Luanda, ao somar 912 pontos na Classe A.

1
2
Fotografia
:
DR

O anuncio foi feito esta semana, na Liga Africana, pelo presidente do Júri, Sebastião Lino, sob contestação e acusação da existência de corrupção no Carnaval de Luanda, o que gerou polémica e contestação dos resultados por parte da maioria dos responsáveis e apoiantes dos grupos carnavalescos.

O grupo vencedor tem apenas quatro anos de existência, representa o distrito urbano do Rangel e, segundo os resultados apresentados pelos membros do Júri, esteve melhor representado em todos os aspectos da competição realizado na Marginal daPraia do Bispo, em Luanda.

Com 13 títulos, o grande papão do carnaval de Luanda, o União Mundo da Ilha, ficou em segundo lugar com 846 pontos, enquanto que o União Njinga Mbande, com 834 pontos, ficouna terceira posição, sendo que o quarto e o quinto lugar ficaram os gruposUnião Kiela e 10 de Dezembro, respectivamente.

Para a classe B, cujo desfile realizou-se no domingo, no mesmo local, o vencedor foi o União17 de Setembro, com 927 pontos, seguido do União Domant e o União Café de Angola ficou no terceiro lugar. Na quarta posição ficou o União Amazonas do Prenda e na quinta posição o União Kazukuta do Sambizanga. Os cinco primeiro classificados da classe B ascendem, na próxima edição, o escalão principal.

Enquanto que para o escalão infantil, o grupo carnavalesco Cassules Viveiros do Njinga Mbande classificou-se em primeiro lugar, com 747 pontos. Os grupos Cassules Jovens da Cacimba, com 722, Cassules Sagrada Esperança (721), Cassules do 10 deDezembro, (717) e Cassules Mundo da Ilha, (676) integram a tabela de classificação.

Na sequência, a organização do Carnaval de Luanda venceu o prémio de melhor canção infantil aos Cassules Jovens da Cacimba, do distrito urbano da Maianga, por ter interpretado o tema “Fuga à Paternidade”.

7