3
1

UNITEL nacionalizada em nome da melhor continuidade do negócio

Redacção_E&M
1
2
Foto:
DR

Estado fica com 25% da Vidatel e outros 25% da Geni. Nacionalização choca com caminhada para diminuir a influência do Estado na economia, mas continuidade do negócio justifica.

As acções da Vidatel e Geni foram oficialmente nacionalizadas, em nome, garante o Estado da continuidade do negócio e manutenção da qualidade dos serviços. São cerca de 50% do total de capital da UNITAL, 25% de cada uma das entidades.

O comunicado refere que os detentores destas entidades encontram-se sujeitos a fortes medidas restritivas, entre as quais as sanções por parte Office Foregin Assets Control (Gabinete dos EUA de Controlo dos Activos Estrangeiros), o que já estava a condicionar a continuidade do negócio daquela que é a maior operadora móvel do país. Assim, a fim de garantir a manutenção do negócio e da prestação dos melhores serviços, o Executivo procedeu para a transferência das participações destes entes para o Estado.

Uma notícia que vai em sentido contrário com o que tem vindo a ser feito, já que o Estado, por via do IGAPE, tem avançado para privatizações, de modos a diminuir a sua influência na economia.