3
1

Campanha agrícola 2018/2019 aquém das metas

O Ministério da Agricultura e Florestas falhou, em todas as fileiras, no cumprimento das metas de produção agrícola projectadas para a campanha 2018/2019.

1
2
Fotografia
:

Os resultados do relatório preliminar da produção registada na Campanha Agrícola 2018/2019 apresentam decréscimo em todas asfileiras, com valores de -4,3%, na fileira das raízes  tubérculos, -5,8% na fileira de leguminosas e oleaginosas e de -4,7%, na fileira das frutas.

As hortaliças também apresentam redução, mas ligeira, de -1,6%. No entanto, a fileira dos cereais, onde se incluem o arroz, a soja e o milho, registou um decréscimo bastante acentuado, de mais de 20% (-20,5%), em relação à campanha anterior.

Estes decréscimos foram notados tanto nas áreas colhidas como na de produção, segundo o relatório, que atribuio facto a fenómenos meteorológicos anormais que ocorreram em algumas provínciase que afectaram negativamente o desenvolvimento das culturas, principalmente das fileiras dos cereais e das leguminosas.

De acordo com os dados do Ministério da Agrícola e Florestas, a Campanha Agrícola 2018/2019 apresenta números da produção que não se alteram muito em relação ao período homologo,embora os resultados, ora apresentados, sejam preliminares.

A estratégia do Governo para a agricultura no período 2018-2022, traçada no Plano Nacional de Desenvolvimento (PDN), visa defender a soberania nacional, através da garantia da segurança alimentar. A meta para os cinco anos é atingir a auto-suficiência alimentar, sobretudo nas culturas que o Executivo considerar de base, mormente o milho, o feijão, soja, frangos e carnesuína, entre outros.

Muito terra, pouco cultiva

Segundo fonte da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura  (FAO), o território nacional tem uma dimensão de 124.670.000 hectares, equivalentes a 1.246.700 km2. Estima-se que 35 milhões de hectares sejam aráveis (28,2% dototal do território nacional), os mesmos dados da campanha anterior.

A área total cultivada na Campanha Agrícola 2018/2019 correspondeu a do total da área arável nacional. Em manteve-se praticamente inalterada na campanha 2018/2019.

Na campanha em referencia, 2018/2019, o valor total de área colhida foi de 4.195.309 hectares, ou seja, pouco mais de 80% da área total cultivada.

O total de área cultivada que não foi colhida, na presente companha agrícola, é de pouco mais de 1 milhão de hectares, o que equivalente a 19% dessa área semeada.

Leia mais na edição de Abril de 2020

Economia & Mercado – Quem lê, sabe mais!

7
Assine a Revista Digital - Economia & MercadoAssine a Revista Digital - Economia & Mercado